"Recebi ameaças de morte". Youtuber já respondeu a dono de hotel

Jovem afirma que proprietário a expôs nas redes sociais quando partilhou o email com o seu nome visível

Elle Darby, a youtuber que propôs a uma unidade hoteleira não pagar estadia em troca de publicidade no seu canal, publicou um novo vídeo com o objetivo de colocar um ponto final na história. Na gravação, a jovem revela que foi ameaçada de morte e critica a forma como o proprietário do hotel irlandês White Moose Café a expôs nas redes sociais.

Tudo começou com uma publicação do empresário Paul Stenson no Facebook do hotel, que expôs um email enviado pela youtuber de 22 anos. A mensagem consistia numa tentativa de negociar uma estadia grátis na unidade hoteleira, a troco de "boa publicidade" nas redes sociais para os seus 94 mil seguidores no Youtube e 87 mil no Instagram. O dono do hotel não respondeu diretamente à youtuber, mas criticou o email e partilhou-o na Internet.

Paul Stenson publicou também no Facebook uma imagem de uma fatura em que cobra 5,3 milhões de euros em publicidade à youtuber - referindo os 114 artigos em 20 países que falaram da jovem à custa do hotel, "com um potencial alcance de 450 milhões de pessoas". No vídeo, a jovem diz que foi o dono do hotel que usou a situação para criar o seu próprio merchandising: vende t-shirts que dizem "Eu exigi borlas no White Moose Cafe e só recebi esta t-shirt rasca".

"A última semana não correu como eu queria que tivesse corrido", diz a youtuber no vídeo em que pretende encerrar a história e no qual apresenta a sua versão dos acontecimentos.

Elle Darby clarifica que, ao contrário do que leu em muitos comentários, nunca foi sua intenção expor-se. A inglesa descobriu que o seu email estava no Facebook do hotel através de uma publicação no Twitter, o que mostra, segundo ela, que o dono do hotel não camuflou por completo o seu nome.

A youtuber coloca duas hipóteses para o "lapso": ou o hotel falhou em esconder o seu nome propositadamente, para que Elle Darby pudesse ser exposta, ou de facto tentou manter a sua identidade em segredo, mas não o conseguiu fazer.

A youtuber esclarece ainda que nunca ficou aborrecida pelo facto do dono do hotel ter recusado a sua proposta, mas sim pela forma como tratou o assunto.

"Qualquer empresário está no seu direito de recusar uma proposta de negócio, cada um tem a sua opinião", mas "[o dono do hotel] podia ter simplesmente dito que não, ou ter ignorado", em vez de a ter exposto.

Isto porque a situação não lhe trouxe só publicidade, mas também muitas mensagens de ódio. "Recebi ameaças de morte", afirma Elle Darby. A jovem revelou também que sofreu de ansiedade pela primeira vez na sua vida.

Darby encerra o vídeo agradecendo a todas as pessoas que lhe enviaram mensagens positivas e que tentaram defendê-la, e pediu desculpa a quem possa ter ofendido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG