Wrestler Silver King morre aos 51 anos durante um combate em Londres

Ainda não é claro o motivo da morte. Os jornais mexicanos apontam ataque cardíaco como uma forte possibilidade.

O mexicano Cesar Barron, mais conhecido por Silver King, morreu este sábado aos 51 anos depois de uma queda durante um combate em Londres no Roundhouse (Camden).

Depois de uma investida do adversário, Barron não se levantou mais, apesar dos esforços do árbitro para reanimar o atleta. Roberto Carrera Maldonado, presente no recinto, disse à BBC que o momento "parecia que estava a ser encenado". "Obviamente o combate foi bastante normal. Todos nós ficámos realmente chocados. Não era claro o que estava a acontecer". A ambulância chegou passados cinco minutos da plateia ter abandonado o recinto, mas o lutador já tinha deixado de respirar.

Cesar Barron nasceu em Torreón, no México em 1968. Filho de um lutador de wrestling, seguiu as pisadas do pai e atingiu o estrelato no Campeonato Mundial de Wrestling (WCW), nos Estados Unidos, onde competiu entre 1997 e 2000.

Para além dos combates, Barron chegou ainda a desempenhar papeis no grande ecrã. O mais conhecido foi o vilão de "Nacho Libre" (2006), um filme protagonizado por ator Jack Black. Personagem que interpretava novamente neste combate intitulado "Greatest Show of Lucha Libre".

Ainda não é claro o motivo da morte, mas os jornais mexicanos avançam que Silver King pode ter tido um ataque cardíaco. No Twitter, a Roundhouse deixou as suas condolências à família e amigos do wrestler mexicano e disse que a sua morte está a ser investigada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG