Chineses voltam a liderar gastos nos países estrangeiros

Os turistas chineses gastaram 261.000 milhões de dólares (cerca de 245.000 milhões de euros) em 2016

Os turistas chineses voltaram a liderar o 'ranking' dos viajantes que mais gastam quando viajam para o estrangeiro, seguidos pelos norte-americanos, alemães e britânicos, segundo dados da Organização Mundial de Turismo (OMT) publicados hoje.

A OMT disse esta semana que os turistas chineses gastaram 261.000 milhões de dólares (cerca de 245.000 milhões de euros) em 2016, ou 12% mais que no ano anterior, em que o seu gasto atingiu 11.000 milhões de dólares (quase 10.400 milhões de euros), escreve hoje o diário publicado em Hong Kong South China Morning Post.

O número de turistas que saiu da China também aumentou 6%, para 135 milhões, um aumento que beneficiou em especial países da região Ásia Pacífico como o Japão, Tailândia ou Coreia do Sul.

Segundo a OMT, o turista chinês lidera os gastos turísticos no estrangeiro desde 2012 e as deslocações ao estrangeiro seguem uma tendência de crescimento de dois dígitos anuais desde 2004.

O turismo dos Estados Unidos ocupa o segundo posto da lista, com um gasto de 122.000 milhões de dólares (115 milhões de euros) e um aumento em relação a 2015 de 8%, impulsado pela "valorização do dólar".

A Alemanha, terceiro na lista, gastou 81.000 milhões de dólares (74.000 milhões de euros), enquanto o Reino Unido e a França, gastaram 64.000 milhões de dólares (60.305 milhões de euros) e 41.000 milhões de dólares (38.633 milhões de euros), respetivamente.

Exclusivos