Turista agride gondoleiro por causa de uma selfie

Proprietário da gôndola foi atingido com um soco e cabeçadas, mas não reagiu com violência.

Um vídeo publicado nas redes sociais mostra um gondoleiro a ser agredido por um turista, na cidade de Veneza, em Itália, neste domingo, num confronto que terá sido provocado por uma selfie.

De acordo com o Newsweek, o incidente ocorreu no domingo à tarde, na Ponte dei Bareteri, na cidade de Veneza, famosa pelos seus canais.

Num vídeo partilhado por mais de mil pessoas no Facebook, vê-se um homem a confrontar o gondoleiro e uma mulher a gritar por trás.

O turista começa por empurrar o gondoleiro e tirar-lhe o chapéu, enquanto este se limita a rir. De seguida, o homem dá-lhe várias cabeçadas e um soco do lado esquerdo do rosto.

As imagens mostram o proprietário da gôndola a falar com o turista, sem nunca o agredir.

"A agressão é muito clara, cabeçadas e até um soco ao qual o gondoleiro resistiu", escreveu Frank Duse, o homem que partilhou o vídeo nas redes sociais.

Segundo o jornal La Nuova Venezia, o confronto aconteceu depois de o gondoleiro encontrar pai, mãe e dois filhos sentados na sua gôndola a tirar fotografias. Depois de os abordar para saírem da embarcação, o homem terá sido agredido pelo turista, como se vê no vídeo, que conta com mais de 90 mil visualizações.

A mesma fonte conta que não é a primeira vez que um gondoleiro é agredido por causa de uma fotografia. No ano passado, aconteceu um incidente semelhante com turistas sul-americanos no mesmo local.

De acordo com o Newsweek, que cita o site de turismo Venezia Autentica, um passeio de gôndola de meia hora para seis pessoas custa cerca de 80 euros, podendo chegar aos 120 euros à noite.

Exclusivos