EUA abateram drone iraniano? Trump diz que sim, Irão diz que não

Presidente dos Estados Unidos afirmou que engenho ameaçava navio americano no Estreito de Ormuz. Ministro dos Negócios Estrangeiros e ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros do Irão negam ataque.

Os Estados Unidos abateram esta quinta-feira um drone iraniano no Estreito de Ormuz, anunciou o Presidente Donald Trump, segundo o qual o engenho ameaçava a segurança de um navio americano na zona. Segundo Trump, o aparelho não tripulado sobrevoou o USS Boxer a menos de 1000 metros de distância, não tendo existido resposta aos avisos enviados do navio.

"Este é a mais recente de uma série de provocações e ações hostis por parte do Irão contra navios a operar em águas internacionais. Os Estados Unidos reservam-se o direito de defender as suas tripulações, instalações e interesses", disse Trump em conferência de imprensa, acrescentando apenas que o aparelho "foi destruído de imediato".

Em comunicado, o Pentágono afirmou que o navio anfíbio USS Boxer teve de tomar "medidas defensivas" contra o drone, sem no entanto mencionar que se tratava de um aparelho iraniano.

Este é mais um episódio na crescente tensão entre EUA e o Irão e promete ainda dar que falar, visto que o Irão nega o incidente. "Nós não perdemos nenhum drone no estreito de Ormuz nem em lado nenhum. Receio que o USS Boxer tenha destruído um dos próprios aparelhos por engano!", escreveu o ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros do Irão, Seyed Abbas Araghchi, no Twitter.

Também Mohammad Javad Zarif, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, negou o ataque ao drone. durante a visita à sede das Nações Unidas, em Nova Iorque: "Não temos informação sobre a perda de um drone."

Exclusivos