Turistas pediam 50 mil euros por intoxicação. Mas redes sociais tramaram-nos

O tribunal de Liverpool condenou quatro britânicos por uma falsa reclamação da sua estada em Benidorm. Pediam 50 mil euros devido a uma intoxicação alimentar mas, nas redes sociais, mostraram estar a passar "as melhores férias".

Quatro pessoas da mesma família britânica foram condenadas ao pagamento de uma multa de 842 euros por uma falsa reclamação de quando passavam férias em Benidorm, Espanha, em junho de 2015. Os turistas disseram ter sofrido uma intoxicação alimentar durante a sua estada num hotel da cidade, mas o tribunal de Liverpool, Reino Unido, condenou-os perante as evidências de que estavam a mentir.

A notícia é avançada pela edição desta quinta-feira do El País .

Os quatro britânicos apresentaram queixa já depois de regressaram ao Reino Unido contra a operadora Jet2 Holidays, a quem haviam contratado as férias em Espanha. Pediam uma indemnização de 50 mil euros devido a uma intoxicação alimentar quando estiveram hospedados no hotel Aqua Magic Rock Gardens. Alegaram que os alimentos consumidos durante a estada lhes provocaram náuseas, vómitos, diarreias e dores de estômago, sintomas confirmados por relatórios médicos.

Mas cometeram um erro que foi determinante para que a reclamação não fosse aceite e a sua posterior condenação. Publicaram notas nas redes sociais dos dias que estiveram em Benidorm, afirmando estar a passar "as melhores férias" e que estavam a "desfrutar cada minuto". Tudo acompanhado de fotos em que apareciam a beber bebidas alcoólicas como cerveja, gin e vodka.

Perante tais provas, o tribunal de Liverpool considerou os quatro britânicos culpados de falsas declarações, condenando-os a uma multa de 842 euros e a três meses de prisão, meses de cadeia que não irão cumprir se pagarem a multa e não cometerem delitos nos próximos dois.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG