Três pessoas detidas na Bélgica em operação anti-terrorismo

Polícia, porém, recusa a adiantar pormenores sobre a operação, que ainda poderá estar em curso

A polícia belga deteve três pessoas no decurso de uma operação anti-terrorista desencadeada sábado, anunciou a agência noticiosa Belga, que cita fonte judicial.

A operação foi desencadeada no bairro Molenbeek mas não foram descobertas armas ou explosivos, disse a porta-voz do Ministério Público de Bruxelas, Ine Van Wymeersch, citada pela Belga.

A porta-voz não deu pormenores sobre as três pessoas detidas, mas acrescentou que hoje o Ministério Público anunciará se continuarão ou não detidos.

Vários 'jihadistas' que participaram nos atentados ocorridos em Paris a 13 de novembro de 2015 (que provocou 130 mortos) e nos de Bruxelas a 22 de março de 2016 (32 mortos), reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, tinham ligações a Molenbeek, uma comuna da capital belga.

Na sequência destes atentados as autoridades reforçaram as medidas de segurança e multiplicaram as operações policiais, em função dos resultados que eram alcançados nas investigações.

Salah Abdeslam, o único membro do grupo de 'jihadistas' que interveio nos atentados de 13 de novembro de 2015 em Paris, escondeu-se em

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG