Um terminou a faculdade aos 14 anos... o irmão vai entrar aos 11

Cannan e Carson são dois irmãos prodígio que estão bem à frente no seu percurso escolar, mas que a mãe diz serem "apenas uma parte de quem são"

Carson, de 14 anos, especializou-se em Física, principalmente, mas também em Chinês e Matemática. Vai terminar agora a faculdade, na Texas Christian University (TCU). Quer tirar um doutoramento.

O irmão, Cannan, de 11 anos, vai entrar para a mesma universidade no próximo ano escolar para estudar Astrofísica e Engenharia. Quer ser astronauta.

São dois irmãos prodígio, mas não é isso que apenas interessa à mãe, Claretta Kimp.

"Sim, eles são espertos, mas isso é apenas uma pequena parte de quem eles são", afirmou Claretta ao The Washington Post.

Explicou ainda que os irmãos são melhores amigos, estudam juntos, e fazem as coisas normais que as crianças da sua idade fazem, não estando apenas remetidos ao estudo. Mas foi através do estudo que chegaram onde estão agora. No entanto, nada disto afetou a sua infância, diz a mãe.

Claretta, que estudou Educação e Negócios na Southern Illinois University, começou por transformar uma divisão da casa num espaço para aulas, ainda o pequeno Carson, irmão mais velho, não andava. Primeiro, as brincadeiras, mas depois vieram as aulas, das 9:00 às 12:00, dada a vontade de Carson em aprender. Aos dois anos já lia e aos três disse à mãe que queria aprender cálculo.

Foi educado em casa até aos cinco anos. Aí, surgiu a primeira dificuldade: encontrar uma escola que pudesse acolher Carson. Uma pequena e privada escola cristã acabou por ser a solução. Claretta, antes de mudar de casa, conduzia uma hora e meia todos os dias para levar o filho à escola. Daí seguiu-se a TCU e, agora, segundo a vontade do jovem prodígio, vem o doutoramento.

Com Cannan a história foi diferente. A criança começou por frequentar o jardim-de-infância, porque Claretta não queria os filhos em competição. Contudo, Cannan cedo se fartou do método tradicional e pediu para ser educado em casa como o irmão mais velho. Frequentou a mesma escola católica e agora vai para a mesma universidade doo irmão,

Apesar da história dos seus filhos, Claretta Kimp prefere medir a sua capacidade parental pela amizade que os rapazes nutrem um pelo outro, ao invés de se focar completamente nos feitos extremamente raros dos seus filhos.

Exclusivos