Sócio e amigo de El Chapo também fugiu da prisão

El Negro é filho de fundador de cartel e trabalhava com El Chapo

Fugiu da prisão esta quinta-feira Juan José Esparragoza Monzón, o filho de um dos fundadores mais conhecidos do Cartel de Sinaloa que trabalhava para o famoso traficante de droga El Chapo. Monzón, conhecido como El Negro, fugiu da prisão de Aguaruto, na cidade mexicana de Culiacán.

O mexicano foi detido a 19 de janeiro e estava em processo de extradição para os Estados Unidos por tráfico de droga, segundo a BBC. El Negro, de 45 anos, trabalhava como intermediário entre os líderes do cartel, estando em contacto com Joaquín Guzmán, El Chapo, e Ismael Zambada García, conhecido como El Mayo.

Ainda não foi divulgado como El Negro conseguiu fugir da prisão e os meios locais avançam que, com ele, escaparam outros quatro ou seis detidos.

El Negro é o filho mais velho de Juan José Esparragoza Moreno, também conhecido como El Azul. Moreno foi um dos três fundadores do Cartel de Sinaloa e durante várias décadas um dos membros mais respeitados do crime organizado e do tráfico de droga.

Há rumores de que El Azul morreu em 2014, mas nada foi provado então o mexicano continua a constar na lista dos homens mais procurados do país. O nome de El Negro regressou agora a esta lista.

Decorre neste momento uma larga operação de buscas no país com o apoio das forças armadas mexicanas e da polícia federal.

A fuga de El Negro acontece após El Chapo, agora preso nos Estados Unidos, ter conseguido escapar duas vezes de prisões mexicanas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG