Pelo menos 8 desaparecidos por deslizamentos de terra na Califórnia

O número de vítimas mortais confirmadas mantém-se em 17

Pelo menos 8 pessoas estão desaparecidas na sequência dos deslizamentos de terra provocados por fortes tempestades na Califórnia, oeste dos Estados Unidos.

A porta-voz do condado de Santa Barbara, Amber Anderson, precisou que o número hoje anunciado resulta das investigações preliminares feitas pelas autoridades aos relatos de pessoas desaparecidas.

O anterior número de desaparecidos, anunciado na quarta-feira ao fim do dia, era de 17. Esta quinta-feira, dia 11, as autoridades corrigiram o número de desaparecidos para 8, depois de um erro administrativo que dava conta de um total de 48.

O número de vítimas mortais confirmadas mantém-se 17, como anunciado na quarta-feira, disse a porta-voz.

Os deslizamentos em Montecito, a comunidade mais abastada de Santa Barbara, começaram na madrugada de terça-feira e já estavam em curso quando as autoridades de Santa Barbara começaram a enviar alertas por sms.

Nos dias anteriores, contudo, houve sucessivos alertas para o risco de deslizamento de lama em resultado das tempestades em zonas devastadas por incêndios florestais.

A primeira grande tempestade da estação abateu-se sobre a maior parte do estado da Califórnia, com ventos fortes, trovoadas e chuvas.

Exclusivos

Premium

João Lopes

A última tentação cinéfila

O ator Willem Dafoe é um dos homenageados do Lisbon & Sintra Film Festival: entre os seus títulos mais emblemáticos inclui-se A Última Tentação de Cristo, de Martin Scorsese, filme gerado num contexto de produção de Hollywood que já não existe.O ator Willem Dafoe é um dos homenageados do Lisbon & Sintra Film Festival: entre os seus títulos mais emblemáticos inclui-se A Última Tentação de Cristo, de Martin Scorsese, filme gerado num contexto de produção de Hollywood que já não existe.

Premium

Número dispara em quatro meses

Há 3685 desfibrilhadores em Portugal

Em quatro meses, o Instituto Nacional de Emergência Médica colocou mais de mil desfibrilhadores em espaços públicos. Mas faltam ainda muitos passos para cumprir à risca a legislação criada em 2012. No concelho de Ansião (Leiria), um enfermeiro apresentou uma proposta ao orçamento participativo e a câmara vai instalar 18 aparelhos nos espaços públicos. Foi lá que há dois anos um dispositivo desses salvou a vida a um bombeiro.