Senadora amamenta filha no parlamento e faz história na Austrália

Alia Joy, de poucas semanas, tornou-se o primeiro bebé a ser amamentado no senado australiano

A senadora Larissa Waters amamentou a filha durante uma sessão do senado australiano esta terça-feira, tornando-se a primeira mulher a fazê-lo no país. A vice-líder do partido 'Os Verdes' regressou ao trabalho após a licença de maternidade e levou consigo a segunda filha, que tem algumas semanas.

Os jornais australianos destacaram que Alia Joy, filha da senadora, marcou a história política do país apesar de ter tão pouco tempo de vida.

"Tenho muito orgulho pela minha filha Alia ser o primeiro bebé a ser amamentado no parlamento federal! Precisamos de mais mulheres e pais no parlamento", escreveu Watters numa publicação no Twitter.

Outros senadores e políticos elogiaram o ato de Waters e Katy Gallagher, do partido trabalhista, reconheceu numa entrevista televisiva que era um momento que merecia ser assinalado.

"As mulheres vão continuar a ter bebés e se querem fazer os seus trabalhos e estar no trabalho e cuidar dos bebés, é uma realidade que teremos de aceitar", disse Katy Gallagher, citada pelo News Australia.

Larissa Watters foi uma das vozes que pediu que as regras do senado fossem alteradas. As normas já permitiam que as crianças fossem amamentadas neste local mas agora permitem também que os pais cuidem dos filhos no edifício do parlamento.

No ano passado, uma deputada islandesa foi notícia em vários países por amamentar a filha enquanto discursava no parlamento.