Reino Unido entrega petroleiro iraniano se tiver garantia que não segue para a Síria

O chefe da diplomacia britânica garantiu a Teerão que a preocupação era o destino e não a origem do petróleo no Grace One.

O chefe da diplomacia britânica, Jeremy Hunt, disse este sábado ao seu homólogo iraniano, Mohammad Javad Zarif, que está disponível para facilitar a libertação do petroleiro Grace 1, desde que Teerão garanta que este não irá para a Síria.

O petroleiro foi apreendido no dia 4 pela marinha britânica ao largo de Gibraltar por suspeita de que estava a violar as sanções da União Europeia contra a Síria.

O Irão denunciou um ato de "pirataria" e exige que o Reino Unido liberte o navio, negando que o petróleo fosse a caminho da Síria. O caso está a causar ainda mais tensões no Golfo, com o Reino Unido a dizer que foi obrigado a afastar navios iranianos que tentaram bloquear um petroleiro britânico.

Hunt disse que o telefonema com o homólogo iraniano tinha sido construtivo e que este lhe tinha dito que o Irão queria resolver o tema e não elevar as tensões.

"Garanti-lhe que a nossa preocupação era o destino e não a origem do petróleo no Grace 1 e que o Reino Unido iria facilitar a libertação se recebesse garantias que não estava a ir para a Síria, depois do processo nos tribunais [de Gibraltar]", escreveu Hunt no Twitter.

Já Javad Zarif terá dito a Hunt que o Irão vai continuar as suas exportações de petróleo sob quaisquer condições, segundo um comunicado no site do Minitério dos Negócios Estrangeiros iraniano, citado pela Reuters.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.