Reino Unido e Suécia saúdam anúncio de suspensão de ensaios nucleares

Sucedem-se as reações positivas ao anúncio de Kim Jong-un

O Reino Unido e a Suécia, através dos seus Ministérios dos Negócios Estrangeiros, saudaram este sábado o anúncio da Coreia do Norte de suspensão dos seus ensaios nucleares e de mísseis intercontinentais.

O 'Foreign Office' britânico considerou tratar-se de um "passo positivo" e disse esperar que "indique um esforço em negociar de boa-fé".

A chefe da diplomacia sueca, Margot Wallstrom, classificou de "boa notícia" saber que estão a ser dados passos para se "adiar a realização de mais testes de bombas e mísseis".

A Coreia do Norte anunciou a suspensão dos testes nucleares e o lançamento de mísseis de longo alcance e disse que tem planos para encerrar as suas instalações de testes nucleares.

A agência de notícias oficial da Coreia do Norte adiantou que a suspensão dos testes nucleares tem efeito a partir de hoje (sábado, 21 de abril), na Coreia do Norte.

O Reino Unido adianta continuar "comprometido em trabalhar com os parceiros internacionais" para se atingir o objetivo "de uma desnuclearização completa, verificável e irreversível" da península da Coreia, enquanto Wallstrom defende que se continue a pressionar o regime norte-coreano com as sanções.

A decisão norte-coreana ocorre uma semana antes da cimeira entre o seu líder Kim Jong-un e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, a 27 de abril, e quando está prevista a realização, em finais de maio ou início de junho, de uma cimeira com o presidente norte-americano, Donald Trump, também centrada na desnuclearização da Coreia do Norte.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG