Rahul Ghandi demite-se da liderança do maior partido da oposição da Índia

Decisão surge após semanas de especulação, que se seguiram à derrota eleitoral face aos nacionalistas hindus do primeiro-ministro Narendra Modi.

Rahul Gandhi, herdeiro da grande dinastia política da União Indiana, os Nehru-Ghandi, anunciou esta quarta-feira a demissão do cargo de presidente do Partido do Congresso, na sequência da derrota eleitoral face aos nacionalistas hindus.

"Como presidente do Partido do Congresso sou responsável pela derrota eleitoral de 2019. Assumir a responsabilidade é vital para a confiança no nosso partido, no futuro. É por este motivo que me demito", anunciou Rahul Gandhi, 49 anos, através de uma mensagem difundida na rede social Twitter.

O Partido do Congresso é a maior força da oposição mas não conseguiu vencer os nacionalistas hindus do BJB (Partido Bharatya Janata) de Modi.

O pai, a avó e o bisavô de Rahul Gandhi desempenharam o cargo de chefe do Executivo da União Indiana.

Na carta, Rahul Gandhi escreveu que, apesar de ter "ódio ou raiva" contra o BJP, "todas as células do meu corpo resistem instintivamente à ideia deles de Índia", que diz ser baseada em diferença e ódio. E questionou a imparcialidade das eleições: "Nós não lutámos contra um partido político. Lutámos contra toda a maquinaria do Estado indiano", alegou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG