Quatro candidatos para um lugar na Moncloa

Mariano Rajoy, Pedro Sánchez, Pablo Iglesias e Albert Rivera são os candidatos a primeiro-ministro dos principais partidos políticos na corrida para as legislativas de hoje

Mariano Rajoy - líder do Partido Popular

Sucessor de José María Aznar na liderança do PP e no cargo de primeiro-ministro, Mariano Rajoy, de 60 anos, chegou à Moncloa em 2011, depois de conquistar uma maioria absoluta para o seu partido. Acusado de pouco carismático, teve que gerir uma crise duríssima para os espanhóis, mas hoje vangloria-se de ter evitado um pedido de resgate. Isto apesar de ter aceitado um resgate para o sistema bancário. Os números que debitou no único debate em que participou poderão não animar os que desconfiam do partido e dos seus casos de corrupção. Ontem o político natural da Galiza passou o dia de reflexão a fazer caminhada na Moncloa.

Pedro Sánchez - líder do PSOE

Apontado como a nova esperança dos socialistas após chegar a secretário-geral do PSOE em julho de 2014, Pedro Sánchez, de 43 anos, tem visto os eleitores fugir para formações emergentes como Podemos e Ciudadanos. Nos debates em que participou vangloriou-se mais do que os socialistas, leia-se os governos de González e Zapatero, fizeram no passado, do que explicou o exatamente o que pretende fazer por Espanha. Natural de Madrid, insultou Rajoy no debate por causa da corrupção. Ontem foi ver um jogo de basquetebol de uma das filhas com a mulher em Pozuelo de Alarcón, subúrbio rico de Madrid, onde vivem.

Pablo Iglesias - Líder do Podemos

Chegou a estar em primeiro nas intenções de votos, fazendo soar alarmes na UE. Desceu, desceu, desceu. Parou no quarto lugar. Mas agora parece que poderá recuperar. Ex-eurodeputado, ex-professor universitário e ex-comentador, Pablo Iglesias, de 37 anos, tem visto o seu Podemos oscilar nas sondagens. Nascido da raiva contra a austeridade, o partido de esquerda foi acusado de muito radical. Mas, por incrível que pareça, em vários debates e comentários, Iglesias surgiu, nesta campanha, como um conciliador. Natural de Madrid, ontem foi ao cinema ver o "B", um filme inspirado no caso do ex-tesoureiro do PP Luis Barcenas.

Albert Rivera - Líder do Ciudadanos

O mais jovem dos quatro principais cabeças de lista, Albert Rivera, de 36 anos, é natural da Catalunha. Foi aí, contra as intenções das forças independentistas, que o seu partido Ciudadanos nasceu há quase uma década. Assumidamente centrista (apesar de os que o acusam, à vez, ora de ser de direita, ora de esquerda), o Ciudadanos passou de partido regional a nacional. Nas eleições autonómicas catalãs de 27 de setembro ficou em segundo lugar e, nas sondagens para estas legislativas, já apareceu em quarto, terceiro e segundo lugar. Por esta ordem. Ontem, dia de reflexão, reuniu-se com colaboradores e rumou a Barcelona para junto da família.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG