Coreia do Norte lança projétil para o Mar do Japão

Informação veio do governo da Coreia do Sul

A Coreia do Norte lançou esta terça-feira um projétil para o Mar do Japão, de acordo com informações reveladas pela CNN, que cita fontes do governo da Coreia do Sul.

O míssil balístico foi lançado de Sinpo, na província norte-coreana de Hamgyong do Sul, e percorreu cerca de 60 quilómetros na direção do mar do Japão, de acordo com o exército sul-coreano.

Numa altura em que os EUA admitem utilizar todos os meios para terminar com o programa nuclear da Coreia do Norte, de acordo com os sul-coreanos o lançamento deste projétil é "uma afronta aos Estados Unidos e a Donald Trump", segundo revela a estação televisiva, citando uma fonte do governo sul-coreano.

Este último lançamento acontece no mesmo dia em que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebe na Florida (sudeste) o homólogo chinês, Xi Jinping, num encontro que terá a Coreia do Norte como tema principal.

O governo norte-americano, no entanto, ainda não comentou este novo teste dos norte-coreanos, algo que deverá acontecer durante esta quarta-feira.

Governo do Japão já condenou o novo lançamento de um míssil balístico da Coreia do Norte, um teste que considerou uma "clara violação das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas".

O porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga, assinalou que o míssil disparado pelas 06:40 (22:40 de terça-feira em Lisboa) caiu fora da zona económica exclusiva das águas territoriais japonesas, e destacou que o lançamento é "extremamente problemático para a segurança aérea e marítima".

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, deu instruções para se reunir mais informação sobre o novo teste de armamento do regime norte-coreano e ordenou às Forças de Autodefesa (exército) que se "preparem para qualquer eventualidade", acrescentou o porta-voz do Executivo.

Seul precisou que o lançamento se realizou a partir de terra e não do mar, descartando a possibilidade de ser um míssil balístico lançado a partir de um submarino, o tipo que Pyongyang habitualmente testa em Sinpo, onde se encontra o principal centro de desenvolvimento destes projéteis.

O regime liderado por Kim Jong-un já lançou, no passado dia 06 de março, quatro projéteis balísticos de médio alcance, três dos quais caíram em águas da Zona Económica Especial do Japão, a apenas 200 quilómetros da costa do arquipélago.

Há duas semanas, Pyongyang realizou outro teste de mísseis aparentemente sem êxito.

(atualizada às 8:00 com mais informações e reação do Japão)

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG