Príncipe André acusado de tocar seios de uma jovem menor de idade

Documentação reaberta em tribunal no âmbito de um processo de abuso sexual de menores, envolve o filho da Rainha de Inglaterra. Buckingham já negou em 2015 qualquer envolvimento do príncipe

O dossiê no qual consta a acusação contra o príncipe André, que tinha sido arquivado em 2017 por ordem de um juiz já falecido, do tribunal federal de Nova Iorque, foi reaberto esta sexta-feira pelo mesmo tribunal. Ali consta uma acusação de que o príncipe André tocou nos seios de uma jovem menor de idade por ocasião de uma fotografia tirada numa mansão, em Londres.

A reabertura do dossiê ocorreu no âmbito de um processo movido por Virginia Giuffre contra a sociealite britânica Ghishaine Maxwell, herdeira do controverso grupo de media. Virginia Giuffre processou Ghishaine Maxwell por difamação, depois de esta ter afirmado publicamente que a jovem era mentirosa. Virginia Giuffre acusou em 2015 o multimilionário americano Jeffrey Epstein de abuso sexual. Epstein está preso e decorrem ainda processos contra ele.

No âmbito daquele processo contra Epstein em 2015, o nome Ghishaine Maxwell surgiu ligado a uma alegada rede de tráfico sexual, em associação com o multimilionário americano, bem como o do príncipe André, acusado pela própria Virginia Giuffre de a ter forçado sexualmente.

Na altura o Palácio de Buckingham negou veementemente as acusações feitas ao filho da rainha de Inglaterra.

Agora, com a reabertura do dossiê anteriormente arquivado, o nome do príncipe e duque de York volta a ser envolvido no escândalo, desta vez pela voz de uma outra jovem, Joana Sjoberg, que o acusa de lhe ter tocado nos seios, quando posavam em grupo para uma fotografia, segundo noticia o The Guardian, citando a documentação do tribunal nova-iorquino agora tornada pública.

Joana Sjoberg "também testemunhou sobre atos de natureza sexual que ocorreram entre ela, o príncipe André e Ms. Giuffre quando ela [Ghishaine Maxwell] estavam na casa de Epstein em Manhattan" escreve o diário britânico citando o documento produzido pelos advogados de Virginia Giuffre constante no dossiê agora reaberto.

Do dossiê, alegam ainda os advogados, consta igualmente uma fotografia em que o príncipe André "tem a mão sobre o seio nu de Ms. Giuffre quando ela era menor de idade, juntamente com Maxwell numa casa desta em Londres", de acordo com o relato do The Guardian.

Ghishaine Maxwell já negou as acusações.

Exclusivos