"Princesona" e "Amorzão" conseguiram embarcar num avião

Um casal de brasileiros preencheu os espaços dedicados ao apelido com as alcunhas carinhosas com que se tratam.

Foi um problema de tradução. Por cá, apelido é o nome de família, mas no Brasil é alcunha. Por isso, quando fizeram a reserva de dois bilhetes de avião, dois brasileiros usaram os nomes carinhosos com que se tratam no campo destinado ao preenchimento dos apelidos. Assim, quando os bilhetes foram emitidos vieram nos nomes de Princesona e Amorzão, noticiou o G1.

O caso surgiu devido a uma fotografia dos bilhetes partilhada no WhatsApp, que se tornou viral no Brasil. "Gente, no site estava escrito "apelido", eu coloquei nossos apelidos e eles saíram na passagem. Rezem para isso não dar problema", lia-se, segundo conta a mesma fonte, que diz que o casal conseguiu embarcar no voo da Transavia de Dublin, Irlanda, para Paris, França.

A companhia aérea explicou ao G1 que a restante informação preenchida pelos dois passageiros estava completa e correta, pelo que estes conseguiram viajar.

"Os dois passageiros mencionados apenas puderam embarcar com sucesso porque, embora acrescentando os referidos detalhes íntimos, todos os elementos e informações de identidade obrigatórios foram incluídos - acima de tudo, porque se verificou uma correspondência (match) entre os dados de identificação nos seus passaportes e os dados disponíveis nos ecrãs digitais, tanto no balcão de check-in como na porta de embarque", afirmou a Transavia ao site.

Numa atualização da notícia, o G1 entrevistou o casal, que vive em Dublin. O Amorzão, afinal, chama-se Renan Contrim, tem 24 anos e é advogada. A Princesona chama-se Mariana Chicolet, tem 26 anos e é fisioterapeuta.

"Só descobrimos o equívoco no cartão de embarque e quando recebemos o e-mail: 'Sra. Princesona e Sr. Armozão a reserva está confirmada'. Foi algo realmente hilário para nós desde o começo", disse ele, explicando que julgaram que a campo destinado ao preenchimento do apelido era uma espécie de código de segurança".

Namorados há cerca de dois anos, Amorzão e Princesona tornaram-se noivos graças a esta viagem.

Exclusivos