Polícia relaciona ataque com explosão de noite anterior em casa na Catalunha

A polícia catalã considera que atacantes de Barcelona estiveram na origem de uma estranha explosão sucedida a 200 quilómetros da cidade na noite anterior.

Uma mensagem no Twitter dos Mossos d'Esquadra indicava existir algum tipo de relação entre o ataque desta tarde em Barcelona com uma explosão sucedida na noite anterior na localidade de Alcanar, em que perdeu a vida uma pessoa.

Notícias da explosão sucedida em Alcanar indicavam que uma pessoa morreu e sete ficaram feridas devido à explosão de umas botijas de gás butano numa moradia em Alcanar. Um destes feridos encontrava-se no interior da casa e as autoridades consideram-no peça-chave para entender os factos. O indivíduo encontra-se hospitalizado, mas não corre perigo de vida, segundo as autoridades.

As autoridades definiram a explosão como "muito forte e violenta", referindo que os residentes da habitação seriam dois irmãos de origem magrebina, estando por esclarecer se se trata de Driss Oukabir Soprano e seu irmão mais novo, ou outros indivíduos.

No interior da residência foram encontradas "dezenas de botijas de gás butanos", indicou fonte policial. O que classificou como "surpreendente" para uma casa particular. Estar-se-ia, portanto, "muito provavelmente como um laboratório de drogas ou para outra finalidade", sugerindo uma finalidade terrorista.