Polícia prende três pessoas acusadas de vender recém-nascida

Mulher terá recebido 10 mil euros para ceder a sua filha recém-nascida a um casal

A polícia espanhola prendeu hoje na Andaluzia um casal de homens e uma mulher que lhes tinha vendido por dez mil euros a sua bebé nascida há três dias.

A mulher terá vendido a recém-nascida depois de ter sido submetida a uma inseminação artificial numa clínica de Cádis (Espanha).

A Guarda Civil informou em comunicado que, na sequência da operação "Princesita", foram detidas três pessoas que são acusados de um delito "contra as relações familiares".

A menor foi entregue ao governo da Comunidade Autónoma (Junta) da Andaluzia e os detidos ao tribunal de Cádis.

A operação foi iniciada quando a polícia teve conhecimento da existência de uma mulher "que poderia ter recebido a quantidade de 10.000 euros para ceder a sua filha recém-nascida a um casal [de homens] residente em Almeria".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG