Polícia investiga morte na sede da Apple

Homem foi encontrado na sala de conferências da empresa de tecnologia. Caso estará a ser tratado como possível suicídio

O corpo de um homem de origem hispânica foi encontrado na sala de conferências da Apple, em Cupertino, Los Angeles. A polícia já confirmou a morte e, segundo a NBC, não estão a ser procurados suspeitos. A polícia referiu ainda que ninguém está em perigo.

O site TMZ teve acesso à comunicação feita pela polícia, na qual é referido que a morte será um "possível suicídio". Nessa mesma gravação, ouve-se que uma mulher - também ela descrita como empregada da Apple - tinha uma ferida na cabeça e que tinha sido escoltada por um segurança para fora do edifício.

Este caso acontece menos de 24 horas depois do gigante da tecnologia anunciar que as suas receitas no primeiro trimestre do ano reduziram, comparativamente aos três meses anteriores. Uma curva descendente que não acontecia na companhia há 13 anos.

Exclusivos

Premium

Flamengo-Grémio

Jesus transporta sonho da Champions para a Libertadores

O treinador português sempre disse que tinha o sonho de um dia conquistar a Liga dos Campeões. Tem agora a oportunidade de fazer história levando o Flamengo à final da Taça Libertadores para se poder coroar campeão da América do Sul. O Rio de Janeiro está em ebulição e uma vitória sobre o Grémio irá colocar o Mister no patamar de herói.