Incêndio em centro desportivo faz 29 mortos

Cerca de 20 corpos foram encontrados numa sauna e os restantes em outras partes do edifício, precisou a Agência Nacional Anti-Incêndio sul-coreana

O balanço de mortos no incêndio que ocorreu hoje num edifício de oito andares em Jecheon, no centro da Coreia do Sul, subiu para 29 pessoas, havendo ainda a registar 26 feridos, de acordo com os bombeiros.

O incêndio começou às 16:00 locais (07:00 em Lisboa) num edifício de oito andares que abrigava um centro de desporto, banhos públicos e restaurantes.

Cerca de 20 corpos foram encontrados numa sauna e os restantes em outras partes do edifício, precisou a Agência Nacional Anti-Incêndio sul-coreana.

Imagens transmitidas pela televisão sul-coreana mostraram as chamas e as espessas colunas de fumaça escapando do prédio, enquanto várias pessoas refugiaram-se num terraço. Alguns pularam no vazio, pousando em colchões apressadamente colocados na rua.

O fogo, aparentemente, começou no estacionamento no subterrâneo do edifício, disse o porta-voz dos bombeiros.

Jecheon fica no centro da Coreia do Sul, a cerca de 120 quilómetros a sudeste de Seul.

O Presidente sul-coreano, Moon Jae-In, já exprimiu os seus sentimentos e condolências pelo incêndio, segundo anúncio feito pelo seu gabinete.

Exclusivos