Nova sondagem dá 59% a Bolsonaro e 41% a Haddad

Contando apenas os votos válidos, pesquisa de opinião contratada pelo banco BTG Pactual atribui vantagem de 18 pontos do candidato do PSL sobre o do PT.

Se as eleições fossem hoje, Jair Bolsonaro somaria 59% dos votos válidos e Fernando Haddad 41%, aponta sondagem da FSB, contratada pelo Banco BTG Pactual. Nos resultados, que portanto excluem das contas, os brancos, nulos e indecisos, o deputado surge com 18 pontos de vantagem sobre o o ex-prefeito de São Paulo, um a mais do que na anterior sondagem, divulgada logo após a primeira volta e sob a responsabilidade do Instituto Datafolha.

Considerando as intenções de voto totais, Bolsonaro tem 51%, Haddad 35% e os indecisos, nulos e brancos chegam a 11%. O candidato do PT é, entretanto, rejeitado por 53% dos eleitores e o do PSL por 38%. A pesquisa foi efetuada nos dias 13 e 14 em entrevistas 2000 eleitores das 27 unidades federativas do Brasil.

A segunda volta das eleições, que decidirá quem vai governar o Brasil nos próximos quatro anos, está marcada para dia 28.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.