Na "guerra" com a China, Trump declara emergência nacional por ameaças às telecomunicações

Ação impedirá empresas como a Huawei de instalar equipamento nas redes norte-americanas

O presidente dos Estados Unidos declarou esta quarta-feira emergência nacional nas telecomunicações, uma medida que impede as companhias norte-americanas de utilizarem equipamento eletrónico de fabricado por empresas consideradas um risco de segurança para os EUA.

Desta forma, Donald Trump impedirá que a tecnológica chinesa Huawei entre em negócios para a construção de redes de internet móvel da próxima geração (5G)

A ordem executiva assinada esta quarta-feira invoca a lei de poderes económicos para emergência internacional, que dá ao presidente dos EUA poderes de regulamentação do comércio em resposta a uma emergência nacional que ameace os Estados Unidos.

A ordem, segundo comunicado da Casa Branca citado pela imprensa internacional, visa "proteger a América de adversários externos que estão ativa e crescentemente a criar e a explorar vulnerabilidade nas infraestruturas e serviços tecnológicos de informação e comunicações".

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.