Morreu jovem que inspirou milhares de pessoas na luta contra a fibrose quística

Claire Wineland tinha 21 anos e perdeu a vida uma semana após um transplante pulmonar

Claire Wineland, de 21 anos, sofria de fibrose quística e ficou conhecida pela forma como lutou contra a doença, tendo partilhado a sua experiência através das redes sociais. De acordo com a BBC, a jovem recebeu um transplante pulmonar no passado dia 26 de agosto, mas perdeu a vida uma semana depois, na sequência de uma paragem cardiorrespiratória.

A Claire's Place Foundation, Inc., uma fundação criada em honra de Wineland, escreveu no Facebook que a morte da jovem foi "pacífica", não estando em sofrimento quando morreu. A página é seguida por mais de 16.671 pessoas.

Em 2016 Claire Wineland chegou a apoiar a candidatura do senador democrático Bernie Sanders, tendo uma vez fugido do hospital para participar num dos seus comícios.

Em 2017 participou na série de conferências TEDx, onde falou da importância da autoestima quando se vive com uma doença fatal.

"A vida não é só ser feliz... É sobre o que você está a fazer da sua vida e onde você pode encontrar um orgulho de quem você é e do que tem oferecido", explicou a jovem no evento.

Antes do seu transplante de 26 de agosto, Claire escreveu no Instagram sobre a importância das doações de órgãos para os doentes com fibrose quística.

"Estou grato pelos médicos que estão a pegar nestes pulmões e a darem-me mais vida para trabalhar. Estou grata pela hipótese de continuar a ser uma pessoa", disse.

Os seus órgãos ficaram disponíveis para doação. "O seu rim direito foi transplantado para uma mulher de 44 anos em San Diego, e o seu rim esquerdo foi transplantado para um homem de 55 anos no norte da Califórnia", contou à CNN a sua mãe, Melissa Yeager.

Para além das suas contas no Facebook e no Instagram, a jovem também criou um canal no YouTube com o objetivo de falar sobre as suas experiências. Apesar de contar com mais de 252,646 subscritores, acabou por abandonar a plataforma em agosto, devido à doença.

Nas redes sociais, Claire Wineland falava da sua vida, partilhava momentos pessoais e procurou quebrar tabus acerca da atratividade em pessoas com deficiência. "Eu lutei mais com pessoas, drogas depressivas, família e carreira do que com a minha doença. Eu não sou inocente nem uma criança", escreveu em março no Instagram.

A fibrose quística é uma doença genética sem cura conhecida, cujos sintomas podem incluir muito muco nos pulmões, causando infeções e problemas digestivos. A Fundação para a Fibrose Cística estima que afete mais de 70 mil pessoas em todo o mundo, com uma média de idades a rondar os 40 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG