Morreu Afonso Dhlakama, líder da Renamo

Terá morrido de complicações relacionadas com a diabetes. Notícia é avançada pela Televisão Independente de Moçambique e AFP Africa

Morreu Afonso Dlakhama, líder da Renamo, segundo avançaram esta quinta-feira a Televisão Independente de Moçambique e a AFP Africa. A notícia foi posteriormente confirmada à Lusa por fonte partidária. Tinha 65 anos.

Dhlakama vivia refugiado na serra da Gorongosa, no centro do país, desde 2016, tal como já o havia feito noutras ocasiões, quando se reacendiam os confrontos entre a Renamo e as forças de defesa e segurança de Moçambique.

(em atualização)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG