Menina de dez anos violada pelo tio dá à luz na Índia

Supremo Tribunal indiano recusou autorizar aborto

Uma criança de dez anos que foi violada repetidamente pelo tio e engravidou, deu à luz esta quinta-feira na Índia.

A criança não sabia que estava grávida e também não lhe foi dito que iria dar à luz. Segundo a BBC, o bebé nasceu num hospital na cidade de Chandigarh pelas 9:22 da manhã, 04:52 em Portugal continental. Pesa 2,5 kg. Mãe e recém-nascido encontram-se bem, disse um responsável do hospital à estação britânica.

A menina terá alegado que o tio a violou repetidas vezes nos últimos sete meses e o agressor foi entretanto detido. O Supremo Tribunal indiano recusou autorizar que fosse feito um aborto, depois de consultar um painel de médicos que considerou que terminar a gravidez às 32 semanas seria "demasiado arriscado".

A gravidez foi descoberta há cerca de um mês, quando a criança se queixou de dores de estômago e os pais a levaram ao hospital. O parto foi feito por cesariana e a explicação dada à menina foi que teria de ser operada porque tinha uma "pedra" no estômago.

Exclusivos