Melania Trump: a beldade que prefere ficar fora da campanha

A ex-modelo de origem eslovena, de 45 anos, diz não estar preparada para se envolver na política. Mas já há quem a veja como "a primeira dama mais glamorosa desde Jackie Kennedy".

Neste momento, a prioridade de Melania Trump é ficar em casa - na luxuosa penthouse da Trump Tower - a cuidar do filho, Barron, de nove anos. Numa entrevista à revista People, a única que deu desde que o marido Donald se lançou na corrida à nomeação republicana para as presidenciais de 2016, a ex-modelo confessa ainda não estar "preparada para se envolver na política". E a verdade é que o magnata do imobiliário, que as sondagens colocam como um inesperado favorito da direita, pouco tem contado com a mulher, uma beldade eslovena de 45 anos (menos 24 do que o marido), na campanha.

E a razão pode não ser só o desejo de Melania ser uma "mãe trabalhadora". Mais habituada às passerelles do que a comícios, a ex-modelo de olhos rasgados é apontada por alguns analistas como um ponto fraco de Trump, enquanto outros destacam o estilo que faria dela "a primeira-dama mais glamorosa desde Jackie Kennedy", como disse ao Washington Post o ex-assessor de Trump Roger Stone.

E a verdade é que no primeiro debate entre candidatos republicanos, enquanto os adversários como o senador Marco Rubio ou o neurocirurgião Ben Carson faziam questão de sublinhar os muitos anos de casamento feliz, Trump preferiu não mencionar a terceira mulher. E se Melania surgiu deslumbrante de branco na apresentação da candidatura do marido, em julho, foi a filha Ivanka quem falou aos jornalistas, enquanto a terceira senhora Trump ficava em segundo plano.

Leia mais no epaper ou na edição impressa do DN

Correção: foto trocada às 11:48. Por lapso o texto estava ilustrado com uma imagem de Trump com a filha Ivanka e não com a mulher, Melania. Por tal o DN pede desculpa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG