Meghan Markle queixa-se dos media. "Não têm facilitado"

Meghan Markle e o príncipe Harry marcaram presença na estreia do filme Rei Leão no domingo. Um comentário da duquesa de Sussex fez disparar as críticas da imprensa britânica à duquesa.

Ser parte da realeza e da monarquia britânica pode parecer um conto de fadas para alguns, mas para Meghan Markle, a vida como membro da realeza não tem sido um mar de rosas.

A sua postura tem sido muito criticada pela imprensa britânica. Mesmo agora depois de ter sido mãe e de ainda não ter voltado a ter agenda oficial - embora tenha já participado em vários eventos. O último episódio aconteceu no domingo, durante a estreia do filme Rei Leão, em Londres, quando a duquesa de Sussex falou sobre a forma como tem lidado com a imprensa.

A ex-atriz e Harry marcaram presença na estreia do filme e um abraço caloroso de Beyoncé, um sorriso radiante de Elton John e um "We cheer you guys on" (nós apoiamo-vos) do cantor Pharrel Williams, pareceram confortar o casal real.

"Estou tão feliz pela vossa união. O amor é incrível. É maravilhoso. Nunca tomem isso por garantido, mas o que significa no contexto de hoje em dia, só vos queria dizer, que é muito significante para muitos de nós. A sério. Nós apoiamo-vos", disse o artista norte-americano.

A resposta de Meghan Markle: "Obrigada. Eles não têm facilitado", gerou algumas dúvidas. Não se sabe ao certo quem são "eles", mas presume-se que a duquesa se referia à imprensa britânica, que prontamente se manifestou.

Enquanto atriz, Meghan estava acostumada a ter a sua vida exposta, mas, enquanto membro da família real, essa exposição passou a ser constante e tudo sobre a sua vida passou a ser analisado e escrutinado em praça pública. A imprensa britânica alega ter sido compreensiva e solidária com a situação, mas que a ex-atriz deve entender que o seu estatuto privilegiado implica contrapartidas e que, quando aceitou casar-se com um membro da realeza britânica, sabia que isto ia acontecer.

O jornal The Sun defendeu-se esta quarta-feira num artigo em que acusa Meghan de ser responsável pela má relação com a opinião pública - "nós queremos amar-te, mas és tu que estás a tornar isso difícil com a atitude de 'coitada' e a "paranoia real" - e que, apesar de ter sido recebida pelo país de braços abertos, desde o início "tem sido um desastre de relações públicas atrás de outros".

A verdade é que esta não é a primeira vez que Meghan é atacada pela imprensa. Entre as histórias contam-se a má relação com a família paterna; os gastos excessivos com a renovação de Frogmore Cottage, a residência do casal; o baby shower fastuoso em Nova Iorque; o secretismo à volta do batizado de Archie; a escolha a seu gosto dos eventos em que participa (faltou a uma visita do Presidente Donald Trump e foi a um jogo dos Red Sox); e a acusação de que o próprio príncipe Harry alterou a sua postura em relação ao público, estando menos caloroso.

O jornal The Sun diz ainda que Meghan "é uma trabalhadora da família real, não uma atriz de Hollywood que se rodeia de publicistas e agentes". Do lado oposto, fontes próximas da duquesa disseram à revista People "Meghan tem lutado contra a intensidade da atenção que desperta e mesmo sendo uma ex-atriz, isto está a um nível muito diferente."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG