Lilian Tintori, mulher do opositor Leopoldo López, está em Madrid

Ativista venezuelana viajou com a filha mais nova do casal. Estava na residência do embaixador espanhol em Caracas desde que o marido tinha sido libertado por Juan Guaidó da prisão domiciliária.

O governo espanhol confirmou que Lilian Tintori, ativista e mulher do líder opositor venezuelano Leopoldo López, se encontra em Madrid com a filha mais nova do casal.

De acordo com o governo, Tintori "no exercício da sua liberdade de movimento" decidiu viajar até Madrid após abandonar a residência do embaixador espanhol em Caracas, onde se encontrava como hóspede junto com o marido.

Leopoldo López, que foi condenado por incitar à violência nos protestos de fevereiro de 2014 e estava em prisão domiciliária desde julho de 2017, foi libertado a 30 de abril deste ano por autorização do presidente da Assembleia Nacional Juan Guaidó, que é reconhecido por mais de meia centena de países como presidente legítimo da Venezuela.

A 30 de abril, Guaidó e López apelaram aos venezuelanos para que saíssem à rua e apoiassem os militares que tinham aceitado ficar ao lado do líder da Assembleia Nacional, mas a tentativa de derrubar o presidente Nicolás Maduro não foi bem-sucedida. O opositor e a sua família refugiaram-se então na residência do embaixador espanhol, onde eram "hóspedes".

A justiça venezuelana ordenou novamente a detenção de López, mas o governo espanhol disse que não entregaria o líder opositor, que continua na residência.

Segundo o governo espanhol, tanto Tintori como a filha Federica, que nasceu em janeiro de 2018, encontram-se bem de saúde. O casal tem outros dois filhos, Manuela, de 9 anos, e Leopoldo, de seis.

O pai do opositor, Leopoldo López Gil, que está radicado em Espanha desde 2014 (e tem desde 2016 a nacionalidade espanhola), foi eleito eurodeputado pelas listas do Partido Popular nas europeias de 26 de maio.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG