Polícia diz que "líder destacado" do Estado Islâmico foi abatido em Mossul

Membro do Estado Islâmico foi identificado como Yasem Mohamed Asqul. Terá sido morto com um dos assistentes

Um "líder destacado" do grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) e o seu assistente foram abatidos pela polícia iraquiana quando fugiam do oeste para o este da cidade de Mossul (norte) através do rio Tigre, informou hoje uma fonte policial.

Uma unidade do corpo da polícia matou "um líder destacado" do EI, que foi identificado como Yasem Mohamed Asqul, e um dos seus "assistentes", quando cruzavam o rio Tigre, que divide a cidade ao meio, assegurou à agência noticiosa EFE o general Wasiq al Hamdani, o chefe da polícia da província de Nínive, da qual Mossul é a capital.

Os dois 'jihadistas' dirigiam-se para a zona libertada de Yarmaga, situada no sudeste de Mossul, e foram abatidos antes de chegarem a este local, graças a informações dos serviços secretos iraquianos, acrescentou a mesma fonte.

Al Hamdani acrescentou que têm sido detetados "dezenas de casos" de 'jihadistas' que estão a fugir do oeste de Mossul, onde se concentra a última fase da ofensiva para expulsar definitivamente os radicais daquele que foi o seu principal bastião no Iraque.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG