Leilão com quadros pintados por Hitler é de "mau gosto"

As aguarelas, desenhos e pinturas com assinaturas de "Hitler" mostram paisagens de Viena ou Nuremberga, nus e naturezas-mortas femininas

Cinco pinturas alegadamente da autoria de Adolf Hilter - que tentou ser um artista ainda na Áustria - são este sábado levadas a leilão pela casa Weidler, em Nuremberga, na Alemanha. Uma cadeira de vime com uma suástica incorporada - que terá pertencido ao ditador nazi - também será leiloada. A venda das peças está a ser criticada até pelo autarca da cidade, Ulrich Maly, que apelidou a venda "de mau gosto".

A casa de leilões Weidler intitula-a como uma "venda especial" em Nuremberga, precisamente a cidade onde os criminosos de guerra nazis foram julgados em 1945.

Segundo o Guardian, um dos artigos que será leiloado é um quadro de um lago que tem como preço base de licitação o valor de 45 mil euros.

O leilão está envolto em polémica desde quinta-feira, quando várias obras de arte foram retiradas do catálogo por suspeitas de falsificação (no catálogo, estão riscadas, como se vê na imagem).

"Há uma longa tradição de comércio de objetos de devoção ligados ao nazismo", disse Stephan Klingen, do Instituto Central de História da Arte, em Munique, citado pelo jornal. Os preços das peças também tem aumentado nos últimos anos, o que gera preocupação no responsável.

Na Alemanha, as exibições públicas de símbolos nazis são ilegais, mas exceções podem ser feitas, em contextos educacionais ou históricos, por exemplo.

Para cumprir a lei, a casa de leilões desfocou as suásticas presentes na cadeira de vime e num vaso de porcelana nas imagens de catálogo. No local de exposição, os símbolos estão tapados.

De acordo com Klingen, Hitler tinha o estilo de "um amador moderadamente ambicioso", mas as suas criações não se destacavam de "centenas de milhares" de obras criadas durante ​esse período - o que torna muito difícil garantir a autenticidade de uma peça.

Neste leilão, foram 26 as peças apresentadas no catálogo que entretanto foram retiradas após suspeitas de que podem ser falsas.

As aguarelas, desenhos e pinturas com assinaturas de "Hitler" mostram paisagens de Viena ou Nuremberga, nus e naturezas-mortas femininas. Foram entregues a leilão por 23 proprietários diferentes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG