Juiz bloqueia parte do plano de Trump para construir muro na fronteira

Administração Trump preparava-se para desviar 6 600 milhões de dólares do orçamento do Departamento de Defesa para a construção de um muro na fronteira com o México. Um juiz federal não deixou.

Um juiz federal americano bloqueou a decisão do Governo de Donald Trump de desviar 6 600 milhões de dólares do orçamento do Departamento de Defesa para a construção de um muro na fronteira com o México.

A decisão do juiz Haywood Gilliam, do tribunal de Oakland, na Califórnia, conhecida na sexta-feira, interrompe os esforços da administração Trump em utilizar para aquele projeto fundos destinados aos militares.

O magistrado deu assim razão a uma coligação formada por 20 estados, a maioria governada por democratas, uma organização ambientalista e outra de direitos civis, que haviam processado o Governo federal contra a declaração do estado de emergência.

Donald Trump tem pedido ao Congresso autorização para o financiamento da construção de um muro ao longo da fronteira com o México, mas a maioria democrata na Câmara dos Representantes negou-lhe essa possibilidade, o que levou o Presidente a declarar, em fevereiro, estado de emergência para alocar dinheiro do Departamento de Defesa.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.