Irmão de Bernie Sanders quer suceder a David Cameron

Larry Sanders, irmão do senador norte-americano Bernie Sanders, ex-rival de Hillary Clinton na nomeação democrata para as presidenciais nos EUA, é candidato às eleições intercalares de amanhã na circunscrição de Witney, no Reino Unido

No rescaldo da vitória do brexit, David Cameron demitiu-se do cargo de primeiro-ministro britânico e, depois, de deputado. Isso espoletou eleições intercalares na circunscrição pela qual era eleito, Witney, em Oxfordshire, que amanhã se realizam. À sua sucessão há cinco candidatos, um dos quais Larry Sanders, pelo partido d"Os Verdes. É irmão mais velho de Bernie Sanders, senador norte-americano que até há bem pouco tempo foi adversário nas primárias democratas de Hillary Clinton (entretanto proclamada candidata do partido às presidenciais nos EUA). E espera que isso valha aos Verdes bem mais do que os 5,1% dos votos que tiveram em 2015, quando das eleições legislativas regulares no Reino Unido.

"Devido ao Bernard, eu tornei-me famoso, terei mais atenção por parte dos media e usarei isso para conseguir mais atenção para as políticas d"Os Verdes", disse Larry Sanders, de 81 anos, citado pelo The Guardian. Nascido em Brooklyn, nos EUA, oriundo de uma família judia, Larry estudou na Universidade de Oxford e imigrou nos anos 1960 para terras de Sua Majestade depois de, como relata aquele jornal, se "apaixonar por uma linda britânica, Margaret, com quem se casou e que morreu em 1983".

Ativo no Partido Trabalhista britânico - Labour - abandonou o partido em 2001 por considerar que o seu líder, Tony Blair, o tinha desviado muito para a direita. Passou então para Os Verdes, pelos quais foi eleito conselheiro local e dos quais é, desde fevereiro, porta-voz para a área da Saúde em Inglaterra e no País de Gales. Em setembro, foi então nomeado candidato d"Os Verdes ao lugar de deputado por Witney no Parlamento de Westminster.

A tarefa não se advinha fácil, uma vez que o favorito é o candidato do Partido Conservador, o advogado Robert Courts. Nas legislativas de 2015, David Cameron foi eleito deputado por Witney com 60,2% dos votos. Resultado difícil de ultrapassar. Mas sendo o candidato dos trabalhistas, Duncan Enright, um crítico do atual líder do Labour, Jeremy Corbyn, Os Verdes esperam que isso possa levar à transferência de votos para si por parte do eleitorado trabalhista mais à esquerda.

Na semana passada, Larry Sanders recebeu o apoio do irmão Bernie, de 75 anos, através de uma mensagem de vídeo. "Não sei muito de política britânica, mas conheço bem o meu irmão. Ele teve uma influência muito grande na minha vida. Posso garantir que é um grande ser humano que quer ver o governo representar todo o povo, não apenas a elite. Ele quer uma sociedade em que não haja desigualdades salariais e de riqueza, quer um sistema nacional de saúde de qualidade." Falta saber agora qual será, de facto, o efeito Bernie no resultado de Larry.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG