Irmã do Presidente entre seis vítimas mortais em queda de helicóptero

Uma irmã do Presidente das Honduras, Juan Orlando Hernandez, e outras cinco pessoas morreram no sábado num acidente de helicóptero numa zona montanhosa perto da capital, Tegucigalpa.

O exército declarou em comunicado de imprensa que "não foi encontrado nenhum sobrevivente no local" do acidente, na montanha de Yerbabuena, a cerca de 40 quilómetros da capital.

A bordo do helicóptero, um Ecureuil AS35 B-3 da Força Aérea daquele país, estava Hilda Hernandez, 51 anos, irmão do Presidente, e ex-ministra da Estratégia e Comunicação. O aparelho foi dado como desaparecido na manhã de sábado.

As Honduras realizaram em 26 de novembro eleições, as quais têm sido alvo de contestação.

De acordo com os resultados oficiais, Juan Orlando Hernández, conquistou a reeleição, com 42,98% dos votos, enquanto o seu adversário de esquerda, Salvador Nasralla, obteve 41,38%. No entanto, o Tribunal Supremo Eleitoral recusou na altura declarar um vencedor, enquanto não expirasse o prazo de recurso e de impugnação dos resultados, que terminou na sexta-feira, 08 de dezembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG