Inundações provocam mais de 160 mortos no Estado indiano de Kerala

O Estado de Kerala, procurado pelos turistas devido às praias rodeadas de palmeiras e às plantações de chá, é todos os anos afetado por fortes chuvas na época das monções, mas este ano a precipitação está a ser particularmente forte

Um novo balanço das autoridades indianas aponta para 164 pessoas mortas e mais de 50 mil deslocados na sequência de inundações em Kerala, onde decorrem operações para resgatar centenas de pessoas presas nos telhados.

As chuvas torrenciais, trazidas pelas monções, pararam esta sexta-feira e milhares de equipas de resgate estão a trabalhar de forma a transferirem a população para 1 200 campos estatais, onde mais de 150 mil pessoas já se encontram abrigadas.

As fortes chuvas nos últimos oito dias desencadearam inundações, deslizamentos de terra e desmoronamentos em pontes e estradas, causando sérios distúrbios nos serviços aéreos e ferroviários no estado de Kerala.

O Estado de Kerala, procurado pelos turistas devido às praias rodeadas de palmeiras e às plantações de chá, é todos os anos afetado por fortes chuvas na época das monções, mas este ano a precipitação está a ser particularmente forte.

Mais de um milhão de turistas visitaram o estado no ano passado, segundo estatísticas oficiais.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.