Um morto e 19 feridos em queda de avião na África do Sul

Um aparelho da Martin's Air Charter caiu perto do aeroporto de Pretória. Imagens mostram ao aparelho partido em várias zonas.

Os serviços de emergência sul-africanos anunciam a queda de um avião perto do aeroporto de Wonderboom, em Pretória, que terá causado pelo menos um morto. Balanço anterior falava em 19 feridos, um dos quais em estado crítico.

Apesar de nas mensagens nas redes sociais se falar em 20 feridos, o porta-voz dos serviços de socorro privados ER24, Russell Meiring, disse à agência AFP que os feridos são só 19. "Temos 19 feridos, alguns ligeiros e outros graves", indicou. Mais tarde, confirmaram um morto no Twitter.

Segundo o site sul-africano news24, que cita o serviço de ambulâncias Best Care, o piloto será um dos feridos em estado crítico. "O piloto ainda está preso no cockpit do avião e tem ferimentos graves. Ainda estamos a tratá-lo no local", indicou outro serviço de emergência Emer-g-med.

Os serviços de emergência dizem que está a ser difícil a chegada dos médicos ao local, porque o avião terá caído na estrada Moloto. Pelo menos dois helicópteros estão no local.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.