Vídeo. Pedia donativos porque estava a morrer, mas era tudo uma burla

Paco Sanz burlou várias pessoas

Surgiu na Internet mais um vídeo de Paco Sanz, homem que pedia donativos para lutar contra uma suposta doença terminal. O homem afirmava ter Síndrome de Cowden e mais de 2000 tumores.

Pedia dinheiro para lutar contra a doença. Mas era tudo mentira e Paco foi preso, sem direito a fiança, a 9 de março, de acordo com a Cadena Ser. Foi detido, juntamente com os pais, devido ao embuste, por branqueamento de capitais, burla e apropriação indevida.

Isto tudo através da Associação Paco Sanz Para A Investigação do Síndrome de Cowden. Acabou por ser posto em liberdade mas está proibido de sair de Espanha.

As autoridades suspeitam que Paco Sanz exagerava o seu diagnóstico e utilizava o dinheiro dos donativos em carros e outros produtos de luxo, tecnologia ou viagens.

A noiva de Sanz também está a ser investigada, para se descobrir se lucrou da burla.

No vídeo abaixo, divulgado pelo El Pais, vê-se Paco Sanz a "gozar".

Ler mais

Premium

DN Life

DN Life. «Não se trata o cancro ou as bactérias só com a mente. Eles estão a borrifar-se para o placebo»

O efeito placebo continua a gerar discussão entre a comunidade científica e médica. Um novo estudo sugere que há traços de personalidade mais suscetíveis de reagir com sucesso ao referido efeito. O reumatologista José António Pereira da Silva discorda da necessidade de definir personalidades favoráveis ao placebo e vai mais longe ao afirmar que "não há qualquer hipótese ética de usar o efeito placebo abertamente".