Venezuela suspende emissões da CNN em espanhol

Regime de Nicolas Maduro não gostou de ver notícias sobre passaportes falsos

A Venezuela suspendeu as emissões da cadeia televisiva CNN em espanhol, depois de notícias sobre passaportes falsos, noticiou hoje a Associated Press.

Segundo a agência noticiosa espanhola Efe, a Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) da Venezuela abriu hoje um "processo administrativo punitivo" contra a CNN em espanhol, por "presumivelmente" atentar "contra a paz e a estabilidade democrática" do país.

"Tal procedimento refere-se ao conteúdo difundido pela citada cadeia internacional de notícias, de forma sistemática e reiterada no desenvolvimento na sua programação diária", segundo o comunicado divulgado pela Conatel.

Segundo a Efe várias operadoras televisivas por cabo do país deixaram de emitir sinal, minutos após a leitura do comunicado na televisão estatal, VTV.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.