Venezuela: EUA anulam visto do presidente da petrolífera Citgo

As autoridades norte-americanas anularam o visto de trabalho e de turismo ao presidente da petrolífera Citgo, subsidiária da estatal Petróleos de Venezuela SA (PDVSA) nos Estados Unidos, noticiou um portal venezuelano.

Segundo o portal El Pitazo, Asdrúbal Chávez, primo do falecido Presidente venezuelano [1999-2013] Hugo Chávez, recebeu uma notificação oficial para deixar o país no prazo de 30 dias.

O portal, que cita fontes da empresa, indicou que em maio passado foi revogado o visto de trabalho do antigo vice-presidente da Citgo Calixto Ortega Sanchez.

De acordo com jornais venezuelanos, Ortega Sanchez, sobrinho do magistrado Calixto Ortega, não reunia os requisitos exigidos pela Citgo e pelos Estados Unidos para trabalhar na subsidiária, ou para ocupar o cargo de cônsul da Venezuela em Nova Iorque e Houston (Texas).

Em junho, Calixto Ortega foi designado pela Assembleia Nacional presidente do Banco Central da Venezuela.

Asdrúbal Chávez, anterior diretor da PDVSA, antigo ministro do Petróleo e Minas e ex-deputado do Partido Socialista Unido da Venezuela, foi designado presidente da Citgo a 22 de novembro de 2017, pelo Presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

Ler mais

Exclusivos