Vários mortos em queda de dois aviões de turismo: seguiam duas crianças a bordo

Pequeno avião que transportava um casal e dois menores numa floresta em Hergiswil, no cantão de Nidwalden, e incendiou-se de imediato

Dois aviões de turismo despenharam-se este sábado no centro e no leste da Suíça fazendo vários mortos, indicou a polícia e a imprensa helvéticas.

De manhã, um pequeno avião que transportava um casal e duas crianças pequenas caiu numa floresta em Hergiswil, no cantão de Nidwalden, e incendiou-se de imediato.

Segundo um comunicado da polícia cantonal, o avião tinha descolado do aeroporto de Kägiswil, no cantão vizinho de Obwald, com destino a França, pouco depois das 09:30 locais (08:30 em Lisboa).

O fogo rapidamente se propagou em torno da zona do acidente, tendo sido necessária a intervenção de um helicóptero antes de as equipas de socorro poderem aproximar-se do local.

Durante a tarde, um segundo avião de turismo colidiu com uma montanha no cantão dos Grisons (leste). O acidente ocorreu em Piz Segnas, um maciço com 3.099 metros de altura.

A polícia cantonal não estava ainda em condições de fornecer um balanço do número de vítimas, mas precisou que cinco helicópteros participavam nas operações de salvamento.

De acordo com o jornal francês 20 Minutes, o acidente ocorreu a 2.250 metros de altitude.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.