Várias vítimas em explosão perto de uma escola em Damasco

Um carro-bomba explodiu nos arredores de uma escola na capital da Síria

Várias pessoas morreram ou ficaram feridas devido a uma explosão durante a noite nas proximidades de uma escola iraniana no centro de Damasco, segundo ativistas e meios de comunicação oficiais sírios.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos apontou que um automóvel-bomba explodiu nos arredores de uma escola iraniana no bairro de Kafr Susa, na capital.

Por seu turno, a agência de notícias estatal Sana, assinalou que houve uma "explosão terrorista" causada por um veículo carregado com explosivos na zona de Kafr Susa, sem, no entanto, adiantar mais detalhes.

O Observatório adiantou que nas últimas horas eclodiram combates entre efetivos governamentais e combatentes de grupos armados opositores nas imediações do campo de refugiados palestinianos de Al Yarmuk, a cinco quilómetros do centro de Damasco.

A Síria é desde há cinco anos cenário de conflitos que já provocaram mais de 280.000 mortos, de acordo com dados do Observatório.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.