"Vais morrer!" Menino com cancro é vítima de ciberbullying

Caso já levou a polícia espanhola a defender a criança. E levou um jornalista espanhol a dizer em direto na rádio:"Custa-me acreditar que possam existir seres tão filhos da p***"

Os espanhóis tomaram de assalto as redes sociais para defender um menino de oito anos com cancro que foi duramente atacado através do Twitter por ter participado, este sábado, numa corrida de touros. Para combater a onda de negatividade e os utilizadores que desejaram a morte da criança, foi criada a hasthag "Adrian te vas a curar" (vais ficar curado, Adrian, em português).

O sonho de Adrián é ser toureiro e, por isso, teve a oportunidade de passear ao lado dos profissionais que tanto admira, numa corrida de touros a favor da Fundação de Onco-hematologia Infantil espanhola.

Este ato foi o suficiente para incendiar as redes sociais, e gerar uma forte discussão entre grupos a favor e contra as touradas, que elogiavam ou ofendiam o menino.

Que morra, que morra já. Vai já! Adrián, vais morrer

O ponto mais crítico foi quando uma utilizadora anónima publicou uma fotografia do menino com o chapéu de toureiro no Facebook com a mensagem: "Qual é a minha opinião? Não vou ver politicamente correta. Que vá. Que morra, que morra já. Um menino doente que quer curar-se matando herbívoros inocentes e saudáveis que também querem viver. Vai já! Adrián, vais morrer".

O comentário de Aizpea Atxezarraga provocou uma forte reação nas redes sociais e não só. "Custa-me acreditar que possam existir seres tão filhos da p***", afirmou o jornalista Carlos Herrera no programa de rádio da Cope, esta segunda-feira.

A Guarda Civil espanhola também reagiu e publicou no Twitter a mensagem "desejar dor ou mal alheio escondido sob o anonimato denota muita maldade e pode ser um crime".

A publicação, que mostra ainda uma imagem que diz "homem mesquinho não pede ajuda ao vizinho", tornou-se viral e foi apenas mais uma das demonstrações pública de apoio a Adrián.

A polícia afirmou que não pode atuar neste caso a não ser que os pais de Adrián denunciem a mulher anónima que fez o comentário, mas o pai do menino anunciou que deu permissão à Fundación Toro de Lidia, que representa mundo taurino em Espanha, para dar início aos processos legais, segundo o El Mundo.

Várias fotografias do menino feliz na corrida de touros têm sido partilhadas com mensagens de apoio e desejos de melhoras.

Adrián foi diagnosticado com Sarcoma de Ewing, um cancro nos ossos, no ano passado, segundo o El Mundo, e a corrida de touros tinha sido organizada em sua homenagem.

Vários espanhóis que são contra as touradas juntaram-se à causa, para desejar saúde e melhoras a Adrián e deixar claro que nem todos lhe querem mal.

Exclusivos