Vacas indianas recebem tiras refletoras nos cornos

Objetivo é que as tiras refletoras ajudem a prevenir acidentes num país onde o gado percorre as estradas em liberdade

A polícia indiana está a aplicar tiras fluorescentes e refletoras em animais para serem vistas pelos condutores e prevenir acidentes nas estradas durante a noite, disse hoje um responsável do estado de Madhya Pradesh (centro).

A polícia de trânsito do distrito de Balaghat começou a aplicar, na sequência de uma série de acidentes, tiras refletoras cor de laranja nos cornos de 300 vacas e bois para ajudar os condutores a ver os animais.

O gado à solta é uma das principais ameaças para a circulação rodoviária na Índia, onde centenas de bovinos percorrem as estradas em liberdade por todo o país.

"Muitos condutores ficam feridos ou matam o gado quando atropelam os animais à noite. Era urgente prevenir este tipo de acidentes", disse Kailash Chauhan, inspetor da polícia de trânsito.

Devido ao êxito da medida, a polícia afirmou estar a planear comprar tinta fluorescente permanente para pintar os cornos do gado, dado que as faixas, em plástico, só duram algumas semanas.

No ano passado, mais de 550 pessoas morreram em acidentes rodoviários com animais tresmalhados na Índia, de acordo com dados do ministério dos Transportes.

Um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2013 afirmava que mais de 231 mil pessoas morrem todos os anos nas estradas indianas.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.