Criança de 5 anos e um casal desaparecidos depois das inundações em Maiorca

Inundações em Maiorca mataram pelo menos 10 pessoas

Os serviços de emergência das ilhas Baleares, em Espanha, revelaram hoje que um menino de 5 anos e um casal alemão estão desaparecidos desde as inundações em Maiorca, que mataram pelo menos 10 pessoas.

A última comunicação do casal alemão foi uma chamada telefónica para um amigo dizendo que tinham sido apanhados dentro de um veículo, de acordo com o cônsul alemão Sabine Lammers, em declarações à rádio Cadena SER.

A Guarda Civil disse que o corpo da mãe do menino foi encontrado na quarta-feira. Supostamente, a mãe da criança conseguiu trazer a filha de 7 anos para fora do carro, mas ela e seu filho foram arrastados pela água da chuva.

Um casal britânico, uma holandesa de 80 anos e seis cidadãos espanhóis morreram nas inundações de terça-feira, segundo o serviço regional de emergência. A identidade de uma outra vítima continua por confirmar.

Um total de 630 pessoas, incluindo militares, policias, bombeiros, psicólogos e outros profissionais de emergência trabalham no terreno afetado pelas inundações provocadas pelas fortes chuvas no leste de Maiorca.

Fazem parte deste contingente os 120 homens e mulheres da Unidade Militar de Emergência (UME) que foram enviados para a ilha na manhã de quarta-feira.

Segundo as autoridades, a tempestade atingiu níveis nunca vistos naquelas ilhas, tendo-se a intempérie localizado numa estreita faixa de terra, o que levou ao transbordo de um riacho que atravessa a cidade de Sant Llorenc des Cardassar, cerca de 60 quilómetros a leste de Palma de Maiorca.

Vídeos gravados em telemóveis pelos moradores na zona mostram uma forte corrente de água e lama que enterrou carros e arrancou árvores no seu caminho pelas ruas da aldeia de 8.000 habitantes.

Vias de comunicação inundadas e carros amontoados depois de arrastados pela força da água, alguns deles ao longo da berma da estrada principal, eram uma imagem normal esta quarta-feira em Sant Llorenc e outras localidades dos arredores.

Segundo o Governo regional balear, chegaram a cair até 220 litros de água por metro quadrado nas zonas mais afetada pela intempérie, havendo entre os mortos "dois cidadãos britânicos".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Isabel Moreira ou Churchill

Numa das muitas histórias que lhe são atribuídas, sem serem necessariamente verdadeiras, em resposta a um jovem deputado que, apontando para a bancada dos Trabalhistas, perguntou se era ali que se sentavam os seus inimigos, Churchill teria dito que não: "Ali sentam-se os nossos adversários, os nossos inimigos sentam-se aqui (do mesmo lado)." Verdadeira ou não, a história tem uma piada e duas lições. Depois de ler o que publicou no Expresso na semana passada, é evidente que a deputada Isabel Moreira não se teria rido de uma, nem percebido as outras duas.