UE prolonga sanções ao Irão por mais um ano

Desde 2011 que o Irão é alvo de sanções por graves violações dos direitos humanos

A União Europeia (UE) prolongou, esta quinta-feira, por mais um ano, até dia 13 de abril de 2019, as sanções impostas ao Irão por violar os direitos humanos.

Em comunicado, o Conselho da União Europeia informou que "as medidas restritivas" impostas ao Irão por "graves violações dos direitos humanos" vão ser prolongadas até dia 13 de abril de 2019.

As sanções, que estão em vigor desde 2011, consistem em restrições de viagem e congelamento de bens impostos a 82 pessoas e uma entidade, e na proibição da exportação para o Irão de equipamentos suscetíveis de serem utilizados para fins de repressão interna e de equipamento de controlo das telecomunicações.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.