Trump reitera apoio a candidato republicano acusado de assédio sexual

Roy Moore, que tem apoio de Trump, foi acusado de vários casos de assédio nas décadas de 1970 e 1980

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reiterou hoje o seu apoio ao candidato republicano ao Senado Roy Moore, acusado de vários casos de assédio sexual de adolescentes nas décadas de 1970 e 1980 no Alabama.

"A última coisa de que precisamos no Alabama e no Senado é um fantoche de [Chuck] Schumer e de [Nancy] Pelosi", escreveu Trump no Twitter, referindo-se aos líderes da oposição democrata no Senado e na Câmara dos Representantes.

O presidente norte-americano acusa o adversário de Moore, o democrata Doug Jones, de ser "FRACO com o crime e a fronteira", "Mau para o exército e os veteranos", "Mau" para o direito ao porte de armas e de querer subir os impostos "até ao céu".

"Jones seria um desastre!", escreveu Trump.

Jones e Moore são candidatos à eleição parcial de 12 de dezembro.

Duas mulheres acusaram Roy Moore de agressão sexual e outras cinco de assédio quando elas eram adolescentes, a mais nova de 14 anos, e ele tinha cerca de 30 anos, há cerca de quatro décadas.

Moore, atualmente com 70 anos, nega as acusações.

Donald Trump já tinha manifestado apoio a Moore na terça-feira, quando afirmou: "Ele nega completamente, diz que isso não aconteceu. E, sabe, também devemos ouvi-lo".

Desde a publicação das primeiras acusações, em 9 de novembro, no Washington Post, vários congressistas e senadores do Partido Republicano pediram a Moore que abandonasse a corrida.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).