Trump pede teste de QI a Tillerson depois deste o ter chamado de imbecil

Trump quer medir resultados para ver quem é mais inteligente

O presidente dos Estados Unidos disse que está disposto a fazer um teste de QI, juntamente com Rex Tillerson, o seu secretário de Estado, depois de, alegadamente, aquele ter dito que Trump é um imbecil. Em entrevista à revista Forbes, Trump considerou que a notícia é falsa, mas apressou-se a dizer que se Tillerson acha mesmo isso podem fazer testes de inteligência e comparar resultados.

A cadeia NBC News noticiou na semana passada que no final de uma reunião no Pentágono, em julho, Tillerson disse que Trump era um imbecil [moron] e ameaçou despedir-se devido a divergências com o presidente dos EUA.

"Eu acho que é uma notícia falsa. Mas se ele fez isso, acho que temos de comparar testes de QI. E posso dizer-lhe quem vai ganhar", disse agora Trump.

Segundo o The Washington Post, quanto ao relacionamento com o secretário de Estado, Trump afirmou que é muito bom. "Nós discordamos em algumas coisas. Às vezes eu gostava que ele fosse um pouco mais duro. Mas além disso, temos um relacionamento muito bom", concluiu.

Tillerson afirmou que nunca pensou em demitir-se, mas não desmentiu que tenha chamado imbecil ao presidente dos EUA.

Exclusivos