Trump declara estado de emergência na Califórnia devido a incêndio

Mais de 32 mil hectares já arderam

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou este sábado o estado de emergência na Califórnia devido ao incêndio que afeta a região desde segunda-feira e levou à retirada de 38 mil pessoas.

Trump ordenou que o Governo federal preste assistência adicional, de acordo com um comunicado da Casa Branca.

As altas temperaturas, o tempo seco e os fortes ventos propiciaram o fogo, que já queimou uma superfície de mais de 32 mil hectares e matou duas pessoas - um bombeiro e um operador de máquinas pesadas.

No condado de Shasta, as chamas destruíram 500 edifícios e causaram danos noutros 75.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

E uma moção de censura à oposição?

Nos últimos três anos, o governo gozou de um privilégio raro em democracia: a ausência quase total de oposição. Primeiro foi Pedro Passos Coelho, que demorou a habituar-se à ideia de que já não era primeiro-ministro e decidiu comportar-se como se fosse um líder no exílio. Foram dois anos em que o principal partido da oposição gritou, esperneou e defendeu o indefensável, mesmo quando já tinha ficado sem discurso. E foi nas urnas que o país mostrou ao PSD quão errada estava a sua estratégia. Só aí é que o partido decidiu mudar de líder e de rumo.