Trump compara o seu muro com o México ao de Israel com territórios palestinianos

"O muro é necessário porque o povo quer proteção e o muro protege. Basta perguntar a Israel", disse o presidente dos EUA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comparou na quinta-feira, o muro que quer construir na fronteira com o México com o que Israel ergueu para separar os territórios palestinianos com a intenção de evitar ataques.

"O muro é necessário porque o povo quer proteção e o muro protege. Basta perguntar a Israel. Tinham um absoluto desastre atravessando para o outro lado", afirmou Trump, numa conversa com um apresentador do canal conservador Fox News.

Trump comparou assim o muro israelita -- criticado por isolar populações palestinianas -- com o seu projeto de erguer uma barreira física com o México, terceiro parceiro comercial dos Estados Unidos que Donald Trump acusou de não fazer o suficiente para lutar contra a imigração ilegal ou o tráfico de droga.

O Presidente dos Estados Unidos garantiu que o muro israelita detém "99,9%" das travessias não autorizadas e que esse é o seu objetivo para a barreira com o México.

Trump também afirmou que será "um muro em condições", diferente do que existe atualmente em grande parte daquele do traçado da fronteira entre o México e os Estados Unidos.

Donald Trump assinou na quarta-feira um decreto para o início da construção de um muro ao longo da fronteira entre os Estados Unidos e o México -- que tem uma extensão total de cerca de 3.000 quilómetros -- para travar a entrada de imigrantes ilegais no território norte-americano, dando o primeiro passo para concretizar uma das mais polémicas promessas da sua campanha eleitoral para as presidenciais.

Exclusivos